Que tipo de mãe de história infantil você é?

A nossa equipe revirou o acervo do Centro de Leitura Quindim para identificar diferentes tipos de mães que aparecem na literatura infantil. Nessa brincadeira, encontramos 4 perfis e fizemos, com o auxílio de uma psicóloga, um quiz para você brincar conosco e responder: afinal, com qual dessas mães você é mais parecida? Mas antes de começar a responder, lembre-se: não existe jeito certo, não existe jeito errado. E parecida não é igual. Só que às vezes a gente pode encontrar características comuns e rir com isso. O importante é se divertir. Vamos lá… com uma citação da maravilhosa mãe-bruxa, Sylvia Orthof, para abrir o quiz:

“Dona Mamãe ralha e beija, erra, acerta, arruma a mesa, cozinha, escreve, trabalha fora, ri, esquece, lembra e chora, traz remédio e sobremesa… Tem até pai que é ‘tipo mãe’… esse então é uma beleza!” (Se as coisas fossem mães, de Sylvia Orthof e Ana Raquel. Editora Nova Fronteira)

 

Vamos às perguntas do quiz!

0%

Ao chegar em casa e encontrar brinquedos espalhados, seu filho e marido brincando de pintar com tinta guache vermelha... quase pingando no chão, você:

No almoço especial de família, você:

Seu filho está brincando no parque e se machuca. Você reage como?

Hora de dormir e a criança nem pensa em ir para a cama. O que você faz?

Você foi chamada na escola porque seu filho aprontou e respondeu para a professora.

Quando você era da idade do seu filho você gostava de:

É chegada a hora de comprar o material escolar.

Escolha os três tipos de histórias, nos livros ou no cinema, que você mais se identifica.

Hoje é dia de festa. Oba! Como você faz?

Quando você soube que ia ser mãe, o que passou na sua cabeça?

Que tipo de mãe de história infantil você é?
Minha mãe é um problema

Calma, não é bem um problemão... nem um probleminha ser assim. Você é aquela mãe bem diferente, que chama bastante a atenção das crianças. É um pouco fada, um pouco bruxa, que sempre sabe de uma brincadeira nova, um truque para as crianças pararem de chorar. É uma mãe super animada, mas também pode ser super atrapalhada. Mas uma coisa é certa, ao seu lado tudo é diversão! Inspirada em Minha mãe é um problema, de Babette Cole da Editora Companhia das Letrinhas.
Quando minha mãe virou um monstro

Você é aquela mãe super atarefada e que precisa resolver tudo! Do nada aparece uma visita, a casa está uma bagunça e ninguém ajuda! Muitos tentáculos, dedos de bruxa e nariz de aspirador precisam aparecer em você para dar conta de tudo. Você fica estressada até que alguém vê que você precisa de ajuda. Ser mãe não é nada fácil! Inspirada em Quando minha mãe virou um monstro, de Joanna Harrison, da Editora Brinque-Book.
Pequenas guerreiras

Você é uma amazona e tem consciência que precisa ser mulher, mãe e guerreira sem perder a sua individualidade. Nesta história, as mães Yaguy e Pátea, duas amazonas, estão cientes dos perigos da floresta. Mas sabem que precisam preparar suas filhas para enfrentá-los. Por isso, dão autonomia para as filhas adentrarem na floresta e tomarem suas próprias decisões. Claro que mesmo dando essa liberdade, vigiam de longe e estão sempre em alerta para entrar em ação e defender as suas pequenas guerreiras. Inspirada em Pequenas guerreiras, de Yaguarê Yamã e Taisa Borges, da Editora FTD.
Mamãe zangada

O dia a dia é uma correria e nem sempre temos tempo para sentar, conversar e explicar. Muitas vezes, por impulso, alteramos o tom da voz, gritamos e colocamos de castigo antes mesmo de ouvir direito. Quando percebemos, os filhos estão chateados, em pedacinhos, porque ficamos zangadas. Mas toda mãe é uma boa costureira e sabe costurar cada pedacinho pedindo desculpa e enchendo a criança de carinho. Inspirada em Mamãe zangada, de Jutta Bauer, da Editora Cosac Naify.

Share your Results:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *