Livros infantis que transformam leitores de qualquer idade

Em julho, entregamos a nossos assinantes livros que transformam, sensibilizam e incomodam leitores de qualquer idade. Obras que falam sobre nossos medos e nossa capacidade de enfrentá-los — quando conseguimos fechar os olhos e olhar para nós mesmos. Um lançamento exclusivo sobre desmatamento que incomoda e nos faz sair da leitura diferentes ao romper com o pressuposto de que os seres humanos seriam mais importantes que outros seres vivos. Um clássico para reconhecer que as histórias podem ter diversas versões e nos divertir comparando-as — e não é assim a vida? O primeiro livro de uma grande autora a ser publicado no Brasil. Poemas delicados, visuais e muitas vezes imprevisíveis de um autor que nos deixou saudades mês passado. Um livro de imagem que transmite a sensibilidade da criança. São obras cheias de camadas, que trazem algo novo a cada leitura e nos transformam.

Confira os títulos selecionados: 

Pré-leitor (0 a 2 anos)

Macaquinho

macaquinho ronaldo simões coelho ftd livros que transformam
Escritor: Ronaldo Simões Coelho
Ilustrações: Eva Furnari
Editora: FTD

Que pai ou mãe nunca acordou com o filho na própria cama no meio da noite? Neste livro, participamos de um diálogo terno entre pai e filho, sobre as necessidades de cada um e também sobre a capacidade de cada um identificar essas necessidades do outro. Não há respostas certas: algumas correntes desaconselham que as crianças durmam com os pais. Outras defendem que a prática pode ser muito benéfica para os bebês, colaborando no desenvolvimento de aspectos cognitivos e afetivos da criança. Nessa obra, o que mais nos comove é o diálogo e a capacidade do pai em conversar com seu filho e juntos identificarem suas dores, que tantas vezes vêm disfarçadas de pedidos ou demandas aparentemente sem relação. Este é um clássico da literatura infantil brasileira, lido por diferentes gerações. Ele já foi publicado também por diferentes editoras, em diferentes formatos, e atualmente está na FTD.

Quem quer brincar comigo

quem quer brincar comigo tino freitas ivan zigg abacatte livros que transformam
Escritor: Tino Freitas
Ilustrações: Ivan Zigg
Editora: Abacatte

Nesta casa, cada vez que a campainha toca, a menina abre a porta e aparece uma visita diferente… e esquisita! A cada desdobramento do livro, a turma e a diversão só aumentam! As ricas ilustrações de Ivan Zigg dão ainda mais vida ao texto ritmado e divertido de Tino Freitas. Este é um livro para ser lido com todos os sentidos, com o corpo inteiro! O escritor explora a sonoridade da poesia e brinca com os sons dos animais, um dos primeiros que as crianças aprendem. Cada personagem que surge é um pouco maior que o anterior e isso se reflete nas ilustrações, que vão crescendo de acordo.

Leitor iniciante (3 a 5 anos)

A princesinha medrosa

a princesinha medrosa odilon moraes livros que transformam
Autor: Odilon Moraes
Editora: Jujuba

O medo é uma reação natural, e nossa resposta espontânea é fugir ou procurar proteção. Nesta obra, encontramos uma princesa cheia de medos: do escuro, da solidão, da escassez… E ela usa seu poder para se proteger. Mas as soluções que ela encontra são superficiais e um medo acaba se sobrepondo ao outro, a ponto de ela não saber mais qual era o medo original. Um dia, por acaso, ela se perde de sua comitiva durante um passeio e encontra um menino que fecha os olhos para ver estrelas. É neste encontro com o outro que a personagem se sente instigada a enfrentar e lidar com seus medos. E descobre que no escuro dos olhos fechados ela pode entrar em contato consigo mesma, contar estrelas e sonhar. Sempre bem acompanhada. Este é o primeiro livro que Odilon Moraes escreveu e ilustrou. Lançado pela primeira vez em 2002, ganhou o Prêmio Jabuti e já é um clássico da literatura infantil brasileira contemporânea.

Uma biblioteca é uma casa que cabe toda a gente

uma biblioteca é uma casa onde cabe toda a gente mafalda milhões
Autora: Mafalda Milhões
Editora: Abacatte

A biblioteca é o lugar dos livros por excelência. Mas o que seria dela sem as histórias, seus personagens e, acima de tudo, sem seus leitores? A literatura se inspira nos seres humanos que dela se alimentam, num círculo virtuoso sem fim. Nesta obra, o simples desfile de personagens criado por Mafalda Milhões suscita narrativas, referências e reflexões sobre o papel da biblioteca, dos livros e da literatura em nossas vidas. Mafalda Milhões é uma escritora e ilustradora portuguesa, e uma grande conhecedora do livro ilustrado. Este livro foi o primeiro de seus títulos a ser publicado no Brasil. E ele não sofreu nenhuma adaptação para o português brasileiro, então os leitores – principalmente os adultos – poderão notar diferenças de vocabulário, não perceber referências e ver detalhes nas ilustrações que remetem à cultura portuguesa. A literatura nos faz viajar por lugares e culturas distintas, explorando as diferenças e fazendo nossas próprias interpretações. As crianças têm um olhar menos condicionado e não vão sentir tanto estranhamento, mas com certeza vão notar coisas que nos passam desapercebidas.

Leitor autônomo (6 a 8 anos)

Estranhas criaturas

estranhas criaturas cristóbal león cristina sitja rubio martins fontes livros que transformam
Escritor: Cristóbal León
Ilustrações: Cristina Sitja Rubio
Editora: WMF Martins Fontes

Os animais da floresta são convidados para uma festa e quando voltam não encontram mais suas casas: sua floresta havia sido devastada. Estranhas criaturas levaram as árvores embora. Nesta instigante obra, os autores nunca diferenciam os seres humanos (as estranhas criaturas) dos animais. Para resolver o problema, os animais da floresta usam as mesmas estratégias que os humanos lançaram mão para desmatar a floresta. Ao ignorar a pretensa hierarquia entre seres humanos e animais, nos colocam em uma posição muitas vezes incômoda, mas que nos faz pensar de maneira crítica a respeito do nosso próprio comportamento. O desconforto faz parte da obra literária: ela promove reflexões e nos tira da zona de conforto.

A pequena marionete

a pequena marionete livros que transformam
Autora: Gabrielle Vincent
Editora: Editora 34

Nesta obra, em vez de usar a palavra escrita, a autora lança mão da imagem sequencial, que no livro de imagem (livro sem palavras) em muito ser assemelha a uma linguagem cinematográfica, de storyboard, para contar a história deste menino, ou menina, que se emociona com o teatro de marionetes a ponto de querer salvar um de seus personagens. Ler imagens em sequência, com tantos detalhes, não é fácil, precisamos imaginar o que acontece no espaço entre as imagens, encadeá-las, significá-las, interpretar as expressões, ações. Isso demanda pausa, dedicação de tempo para cada página. Traduzir as imagens em palavras se torna impossível: a palavra e a imagem são linguagens diferentes, que nos comunicam e nos comovem de maneiras diferentes. Apesar da aparente simplicidade, neste livro acontecem pelo menos duas histórias, uma dentro da outra. A principal: a história do encontro do menino e do manipulador de bonecos, que tem um final emocionante. E a história da peça de teatro de marionetes. Assim como a criança da história cria uma forte empatia com o boneco, a autora nos leva a criar muita empatia com o menino. É impossível não se emocionar.

Leitor fluente (9 a 12 anos)

Aladim

Aladim zahar
Autores: Yasmine Seale e Paulo Lemos Horta
Editora: Zahar

As mil e uma noites é uma coletânea de histórias e contos populares que começou a ser compilada em árabe no século IX. Não existe uma versão definitiva deste livro, ao longo dos séculos diferentes histórias foram inseridas em diferentes coletâneas. A versão consagrada no Ocidente é baseada na tradução feita pelo francês Antoinne Galland, de 1704. Galland incluiu histórias que não existiam nas versões anteriores. Aladim, por exemplo, ele ouviu de um contador de histórias sírio. Mas, em todas, a base da história é a mesma: uma princesa, Xerazade, usa sua habilidade de contar histórias para escapar da fúria de um sultão. Esta edição traz a história de Aladim, traduzida a partir da tradução feita diretamente do árabe para o francês por Yasmin Seale. E é uma ótima introdução para esta importantíssima obra que são As mil e uma noites. É a ponte entre uma história muito familiar às crianças de hoje e um mundo de histórias que influencia a cultura mundial há séculos.

Blue e as cores do meu voo

Blue e as cores do meu voo jorge miguel marinho raquel matsushita sesi-sp
Escritor: Jorge Miguel Marinho
Ilustrações: Raquel Matsushita
Editora: SESI-SP

A poesia é uma linguagem sinestésica que desperta muitas sensações, pedindo um leitor disposto a ler com todos os sentidos. A poesia de Jorge Miguel Marinho bebe nas tradições concretistas, pedindo um olhar atento às ilustrações e à forma como o texto foi diagramado na página. Soa familiar? A leitura de imagens é algo que aprendemos logo cedo com a leitura de livros ilustrados. E que o Clube Quindim incentiva nas mais diferentes faixas etárias. A poesia é um lugar em que podemos encontrar acolhimento para tantas inquietações, em especial aquelas que começam a surgir com a proximidade da adolescência. Vários poemas desta obra trazem reflexões com que os jovens leitores poderão se identificar. E lê-los juntos pode ser uma oportunidade de conversar sobre questões típicas dessa idade (e que muitas vezes nos acompanham pela vida toda).


Conheça 10 motivos para assinar o Clube de Leitura Quindim

2 thoughts on “Livros infantis que transformam leitores de qualquer idade”

  1. Olá, sou assinante mas recebo os livros do leitor fluente e me interesso mais nos livros do leitor autônomo, é possível fazer a troca ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *