Filme nas férias: 7 adaptações da literatura infantil para o cinema

Curtir um filme nas férias é um ótimo programa! Muitos filmes produzidos para crianças se baseiam em obras literárias. A literatura infantil tem o poder de nos fazer viajar, de divertir, ensinar e inspirar sonhos e sentimentos. Em ritmo de férias, a equipe do Clube Quindim separou sete dessas produções, capazes de entreter os pequenos e ainda servir de convite para consultar os livros e mergulhar em histórias fascinantes. Confira a lista:

 

1. O bom gigante amigo, de Roald Dahl

Roald Dahl foi um autor britânico que viveu entre 1916 e 1990, criador de obras infantis muito celebradas e populares no mundo todo. O bom gigante amigo, conhecido como BGA, apresenta um gigante de sete metros, apesar de assustador, tem um jeito bondoso. No mundo de gigantes, que habita, é rejeitado porque não quer comer crianças, como fazem seus semelhantes. A fim de combater esses seres malvados e salvar os humanos, o BGA se une a uma pequena órfã e à rainha da Inglaterra. Nas telas, a história ganhou tons ainda mais fantásticos com a direção de Steven Spielberg, que assina as produções E.T. e Jurassic Park.

 

2. O Pequeno Nicolau, de Jean-Jacques Sempé e René Goscinny

As travessuras e aventuras da infância, além daquelas amizades que ficam para sempre na memória, inspiram essa obra clássica. Em 1950, Sempé, famoso cartunista francês, criou o personagem Nicolau, um garotinho que se diverte com seus colegas da escola. A relação do Nicolau com seus pais também é abordada na obra. Tudo isso com um toque bem-humorado e perspicaz. Em 2009, o clássico ganhou uma fiel adaptação belgo-francesa para o cinema, dirigida por Laurent Tirard. O Pequeno Nicolau já foi um dos livros escolhidos pelo Clube Quindim. Alguns anos depois, o filme ganhou uma continuação assinada pelo mesmo diretor, As férias do Pequeno Nicolau. 

3. Onde vivem os monstros, de Maurice Sendak

Max se comporta como um verdadeiro monstro: faz uma tremenda bagunça na casa, espanta o gato e
desobedece sua mãe. Depois de tudo isso, acaba em seu quarto sem jantar, mas a aventura está só começando. O garotinho vai velejar até uma terra encantada, povoada por criaturas ferozes como ele. O belo livro de Maurice Sendak (Prêmio Hans Christian Andersen – o Nobel da Literatura Infantil) ganhou uma versão delicada pela direção de Spike Jonze, com destaque para a fantástica caracterização dos monstros.

4. O fantástico Sr. Raposo, de Roald Dahl

Também criado pelo celebrado autor britânico Roald Dahl. O fantástico Sr. Raposo, uma trama superdivertida que se
passa em um vale onde vivem três fazendeiros mesquinhos. Acima desse vale, reside o Sr. Raposo, que vai enfrentar todo o arsenal dos fazendeiros em busca de trazer comida para a sua família. Um pouco diferente da história original, o filme assinado pelo diretor Wes Anderson ganhou um tom cômico e inusitado, com a ajuda de bonecos animados.

5. Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll

Alice é uma garota curiosa que tem uma vida comum. Um dia, enquanto tira uma soneca é acordada por
um coelho apressado que se enfia dentro de um buraco. A garotinha persegue o bicho e o que encontra mudará sua vida. Uma terra onde habitam um gato misterioso, um chapeleiro maluco e uma rainha bem cruel. Esta história fantástica, cheia de toques nonsenses, ganhou uma adaptação em 2010, dirigida por Tim Burton. Com lindos efeitos, o filme destaca o tom inusitado da história. Alice no País das Maravilhas foi um dos livros entregues pelo Quindim.

6. O menino maluquinho, de Ziraldo

O garotinho arteiro, com macaquinhos no sótão e asas nos pés, é o personagem mais conhecido do escritor e curador do Clube Quindim Ziraldo. Astuto e criativo, o menino é cheio de amigos, coleciona namoradas, dá trabalho para os professores, mas encanta a todos. O personagem, que estreiou no livro, em 1980, e ganhou uma série de histórias em quadrinhos. Em 1995,  invadiu as telonas sob a direção de Helvécio Ratton, em uma adaptação que compila as travessuras do garotinho. Em 1998, a saga ganhou uma continuação.

7. O gato, de Dr. Seuss

O escritor norte-americano Theodor Seuss Geisel, conhecido por seu pseudônimo Dr. Seuss, publicou mais de 60 livros e se tornou um dos autores infantis mais consagrados do mundo. Neste livro, a pequena Sally e seu irmão estão trancafiados em casa em um dia feio, mas as coisas mudam completamente com a chegada de um gato maluco que propõe as brincadeiras mais inusitadas – o problema vai ser convencer essa criatura a ir embora antes da mãe das crianças chegar. Na adaptação para as telonas, de 2003, o humor e as cores vibrantes do livro são conservados, o que conquista as crianças imediatamente.

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

2 thoughts on “Filme nas férias: 7 adaptações da literatura infantil para o cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *