Alfabetização: 5 atividades divertidas para ajudar as crianças nessa fase

A alfabetização é um dos momentos mais bonitos do desenvolvimento infantil. É emocionante ver a criança apreendendo o significado das palavras, se encantando com a leitura e adquirindo mais autonomia. Já falamos por aqui que esse processo deve ser conduzido com toda a calma, com respeito ao ritmo do pequeno e entendimento de que cada etapa de aprendizagem se dá de uma maneira diferente para cada criança. Enquanto isso, para tranquilizar pais e mães, você pode conduzir jogos que, além de serem divertidos, trarão seu filho ainda mais para o mundo das letras.

Lata ou caixa de letras

Este jogo é perfeito para as crianças que estão começando a entrar em contato com as letras. Ele precisa de uma lata ou caixa com uma abertura que permita inserir a mão. Na parte interna, você pode usar tampas de garrafa pet com as letras do alfabeto pintadas. Para começar a brincadeira, é só sortear uma letrinha. Com ela em mãos, a criança pode ser convidada a falar o nome de um animal ou objeto escrito com ela. Também pode pescar mais de uma letra e compor palavras com as tampinhas escolhidas.

Pratos de montar

Sabe aquela fase em que o pequeno já reconhece as letras e começa a articular as sílabas? Esta brincadeira é perfeita pra ela! Basta disponibilizar trechos de palavras para que ele os conecte. Um jeito de fazer isso é pegar pratos descartáveis de plástico colorido e transparente. Escreva sílabas nos pratinhos e embaralhe-os. A criança pode escolher alguns deles e tentar completar as palavras encaixando-os.

Com que letra começa

Para este jogo, desenhe vários objetos em pequenos círculos de cartolina. Podem ser figuras de animais, carrinhos, casas, meios de transporte etc. Em seguida, utilize caixas de papel e sinalize cada uma com uma letra. Ao longo da brincadeira, a criança deve classificar os desenhos dos círculos por letra, guardando cada um em uma caixinha. É simples e divertido!

Forca: um clássico

Quem nunca jogou forca? Essa brincadeira clássica precisa de muito pouco para acontecer. Basta caneta e papel, ou uma lousa e giz. Você pensa em uma palavra, desenha o número de letras correspondentes e dispõe, ao lado, todas as letras do alfabeto. A criança deve adivinhar as letras até formar a palavra. Cada letra sugerida é riscada da lista de letras. Quando ela está na palavra, é escrita ali, quando não está, desenha-se, na forca, uma parte do corpo. O objetivo é que a criança acerte a palavra completa – se, com seus erros, for possível completar o corpo na forca, a criança perde.

Livro como brincadeira

A leitura é fundamental para o desenvolvimento na infância, desenvolve uma série de competências e é uma grande aliada da fase da alfabetização. Experimente usar livros para uma divertida brincadeira: você pode apresentar versos e sugerir que a criança decore-os e brinque com sua sonoridade; ou pode recorrer a histórias de acumulação, aquelas com enredos que se repetem, e propor que a criança complete a história ou memorize alguns trechos. Também é possível lançar um desafio e propor que o pequeno leitor localize uma palavra com determinadas letras dentro do livro. Para estimular a leitura, é importante oferecer à criança diferentes gêneros literários, a diversidade também ajuda a ampliar o vocabulário e pode ser reforçado perguntando para a criança o que aquela palavra nova significa. Tudo isso contribui para desenvolver o vocabulário e expandir o repertório de letras e palavras. Mas acima de tudo, lembre-se: ler é mais do que decodificar letras. É entender figuras de linguagem e o mundo ao nosso redor. E nada melhor para desenvolver a leitura do que a leitura de obras literárias.


Confira também Alfabetização: 5 fatos curiosos sobre essa etapa do desenvolvimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *