8 maneiras de enriquecer a cultura do seu filho

Como enriquecer a cultura do seu filho?

A cultura está em tudo. Nas festas populares, no filme que nos diverte, na televisão e nas histórias que ouvimos ao longo da vida. E mais: a cultura permite construir a sua identidade, entender a vida do seu povo e olhar com generosidade para a dos outros. Assim, agrega tolerância, empatia e paz. Não é à toa que enriquecer a cultura das crianças é tão fundamental. Mas como estimular essa ação no dia a dia? A equipe do Clube Quindim separou algumas dicas:

 

1. Apresente arte

As galerias e os museus são espaços perfeitos para uma visita divertida com as crianças. Ali, elas percebem que uma obra de arte é uma peça a ser valorizada, por isso ganha um território todo especial para ela. E que muitas vezes a arte não está diretamente associada a um apuro técnico, mas a um incômodo, uma performance, uma sensação, uma crítica etc. Além disso, as obras podem contar histórias de diferentes civilizações, de pensadores e artistas de lugares distintos daquele em que vocês vivem, enriquecendo não só a cultura mas também o aprendizado escolar. Outra competência trabalhada nesse tipo de programa é a sensibilidade para apreciar um trabalho, e se permitir envolver por ele, refletindo e articulando além do “gosto” ou “não gosto”. Por isso, no passeio, estimule o diálogo, perguntando de que obra a criança gostou mais e o que a tocou nesse trabalho.

2. Desperte criatividade

Mostrar que a criança também pode ser um sujeito criador, colocando-a em diálogo com outras obras de arte, é outra forma de enriquecer sua cultura. Com tintas, lápis e recortes, ela pode exercitar a criatividade e dar vazão às suas emoções e aos seus pensamentos. Depois, vocês podem conversar sobre o que ela fez, e você pode trazer referência de artistas que tenham alguma afinidade com a criação dela. Isso irá instigar a curiosidade para ela saber mais sobre eles e assim ampliar o repertório dela.

3. Mostre música

A música desenvolve o senso estético, as noções de ritmo e o reconhecimento da escuta. Também nos fala sobre a cultura de outros povos, desperta a sensibilidade e ensina a organizar o pensamento. Introduzir a criança ao aprendizado de um instrumento musical pode ser muito rico nesse processo. Além disso, vale levá-la a espetáculos musicais e apresentar ritmos diversos, como música clássica, samba e MPB. Para saber mais sobre os benefícios da musicalização, acesse este artigo do nosso blog.

4. Encante com o cinema

O cinema é uma arte que agrega sons e imagens, despertando os sentidos dos pequenos e apresentando temas importantes. Por meio dos filmes, eles podem pensar sobre suas experiências e vivenciar situações que dificilmente acessariam de outra forma. Ensina sobre linguagem e estimula a criatividade. Para enriquecer esse ensinamento, mostre filmes infantis de qualidade. A equipe do Clube Quindim separou sete indicações dessas produções, baseadas em literatura infantil.

5. Viva a cidade

Você já parou para pensar nas histórias que a cidade conta? Com um passeio no parque, você pode falar com seu filho sobre a preservação da natureza, os cuidados com o lixo e a história por trás do local. Conviver com pessoas diferentes nos espaços públicos também ensina sobre a importância da inclusão, da tolerância e de compartilhar a vida. Além disso, é uma forma de preparar a criança para ter mais autonomia, ensinando a transitar sobre diferentes espaços além daqueles familiares e dentro da zona de conforto dela.

6. Busque especialistas

Grandes pesquisadores da cultura deixaram trabalhos capazes de inspirar e enriquecer a formação cultural das crianças. Luís da Câmara Cascudo é um bom exemplo. Com seu trabalho documentando o folclore, contribuiu para a valorização desse patrimônio nacional. Apresente essas histórias ao seu filho e destaque a importância desse trabalho. Aqui, separamos algumas figuras fundamentais do folclore, e, aqui, livros que valem a pena ser consultados.

7. Converse sobre diversidade

Como vivem os povos de países africanos? E das tribos indígenas brasileiras? Tudo isso é cultura. Esse conhecimento amplia nossa visão de mundo e nosso repertório cultural. Ensina, ainda, a desconstruir o olhar julgador que carregamos, aprendendo a reconhecer e respeitar outras manifestações artísticas e formas de viver. Livros e filmes sobre outras culturas podem ajudar muito a enriquecer essa compreensão.

8. Leia para o seu filho

Os benefícios da leitura são inúmeros, fundamentais para um amplo desenvolvimento da infância. Ler com a criança não só trabalha esses benefícios como fortalece o vínculo familiar e proporciona aprendizados inesquecíveis para todos. Ler permite vivenciar outras experiências e assim ampliar nossa cultura e visão de mundo, nos tornando mais empáticos e tolerantes. Escolher os livros de qualidade, contudo, nem sempre é tarefa fácil no dia a dia, com tantos apelos comerciais em livrarias que oferecem obras de personagens licenciados que mais reforçam estereótipos do que desenvolvem o pensamento crítico e autônomo. Por isso, acionar um clube de assinaturas como o Clube Quindim pode ajudar muito. Confira aqui dez motivos para fazer isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *