5 avós adoráveis da literatura infantil brasileira

Colo de avô e avó é de uma delícia sem fim, e tem gostinho de guloseimas, brincadeiras e amor incondicional. Essa relação dos avós e netos é cercada de leveza e alegria, ensina muito sobre paciência e a importância de respeitar o saber de cada geração, além de renovar as energias dos mais velhos. Para celebrar o Dia dos Avós, comemorado em 26 de julho, reunimos alguns livros que trazem esses deliciosos personagens como protagonistas, olha só:

A ALEGRE VOVÓ GUIDA QUE É UM BOCADO DISTRAÍDA (Tatiana Belinky)

A atrapalhada vovó desta história leva um queijo a tiracolo enquanto põe a bolsa na geladeira, além de dar leite ao gato em um sapato e de calçar uma peruca. Esse jeitinho distraído e adorável, comum a muitos idosos, é costurado em versos que vão divertir as crianças.

A criadora da personagem é Tatiana Belinky, autora que nasceu na Rússia e cresceu no Brasil. Ela publicou mais de 200 livros, muitos deles para o público infantil, e se orgulhava de ter muitos netos e bisnetos. Assista à narração da história no canal Fafá conta histórias:

 

 

A CASA DO MEU AVÔ (Ricardo Azevedo)

Casa de vô é aquela bagunça gostosa, onde vivemos aventuras e conhecemos as coisas mais loucas! A casa desta história é fascinante porque é cheia de personagens curiosos, como uma cozinheira que parece fazer feitiço, um tio meio biruta, um cachorro para lá de bravo e um jardineiro mágico. Pelas páginas deste livro, que reúne uma série de poemas, conhecemos os mistérios e os amores que rondam a casa do vovô, sempre protetor.

Ricardo Azevedo, autor do livro, escreveu diversas obras para crianças e jovens, publicadas no Brasil e no exterior. Também ganhou prêmios como o Jabuti e o APCA, além de ser um dos curadores do Clube Quindim, selecionando os livros que chegam às casas das crianças todos os meses. Para saber mais, acesse o site do autor.

 

REINAÇÕES DE NARIZINHO (Monteiro Lobato)

Logo nas primeiras linhas deste clássico da literatura brasileira, conhecemos a velhinha de mais de 60 anos, de “cestinha de costura ao colo e óculos de ouro na ponta do nariz”. Dona Benta é descrita pelo autor como “a mais feliz das vovós”! Afinal, vive com sua netinha Narizinho, sua fiel escudeira Tia Nastácia e a boneca Emília. Ainda recebe a visita do neto Pedrinho e de outros personagens fantásticos, como o Visconde de Sabugosa e o porco Rabicó – sem mencionar o rinoceronte Quindim, nossa grande inspiração!

Cheia de amor e paciência, e sempre disposta a dividir sua enorme sabedoria com todos à sua volta, Dona Benta é uma vovó inesquecível, presente em toda a saga do Sítio do Picapau Amarelo. Nós, aqui do Clube de Leitura Quindim, falamos mais da obra de Lobato e da importância de conhecê-la aqui.

 

VOVÓ DELÍCIA (Ziraldo)

Um dos autores mais celebrados da literatura infantil brasileira, e curador do Clube Quindim, criou esta amada personagem. A avó diferente daquela que ficava sentada em cadeira de balanço, fazendo crochê, que encanta seus netinhos com seu jeito brincalhão.

Vovó Delícia é moderna, vai à academia, dança, curte uma praia, tem vários amigos e até sofre por amor. Além de tudo isso, tem sempre um colinho gostoso para a neta, sua companheira de aventuras. É a avó perfeita para os tempos atuais!

 

 

A VOVÓ VIROU BEBÊ (Renata Paiva)

Para além dos momentos de leveza e diversão, o convívio com os avós também ensina às crianças sobre o processo natural do envelhecimento e sobre a finitude da vida. É isso o que a vovó Dorinha, personagem deste livro tão sensível e delicado, ensina à Sofia, sua neta de 7 anos. A menina adora passar muito tempo com sua vovó, até que ela começa a fazer algumas coisas estranhas, como abotoar a blusa errado e esquecer o que estava fazendo.

Com o apoio de sua mãe, Sofia entende que a avó tem Alzheimer e que, para ajudá-la, é preciso ter paciência e carinho.

 

 

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *